Tempo da confusão

Você não entende
o meu
sentir,
e quando tento me
mostrar por dentro
você expõe
o seu lado de fora,
tão frio,
que eu desisto
e sinto

e muito.

E quando penso
que melhor-assim,
sem rotinas misturadas
ou fumaça na escada,
lembro que talvez
tenha te mostrado
demais as vísceras

… e até tentaria
apagá-las da sua mente
se eu tivesse certeza
que ela de fato
lembra de alguma.

Você é um
eterno poema
incompleto,
que eu cansei
de tentar
pôr fim.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s