por fora do movimento da vida

ao som de i don’t wanna dance-lady linn

durante dezenove
horas contadas
a fio
trinta e oito quilos
estavam nas minhas
costas e dezessete
na cabeça

girando

em ângulos que não estão
no transferidor.
até parar perto
da cama onde
eu e você
éramos
nus.

nós não tínhamos
medo do agora
e a ilusão de controlar
o tempo com as mãos
cabia nos dias
que nunca viriam,
nos dias que nunca virão…

os mesmos que estão
num beco qualquer
no centro da cidade.

qualquer dia
eu volto lá
e apago
um
por
um.

 

 

 

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “por fora do movimento da vida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s